Make your own free website on Tripod.com

B  I  O  G  R  A  F  I  A
 
Avany Frossard
Nascida na capital mineira Belo Horizonte é levada para a cidade de Carangola, para passar alguns meses, após o desencarne de sua mãe. É recebida pelas tias e avós, que a cercam com todo carinho e amor. Os meses passam e o afeto pela pequena  Avany cresce,  impedindo-a de retornar.
Ainda pequena balbuciando poucas palavras, já tem o dom da vidência, vê sua mãe já desencarnada querendo levá-la, para o mundo espiritual sempre aparecendo em visões. Esses fatos foram relatados por suas tias, quando adolescente. Cresce ouvindo vozes do além e sua avó a adverte, para que não responda a esses chamados. Cercada de carinho, mas o vazio em seu espírito se faz sempre presente pela falta dos pais, em seu coração de menina. Cursou o primário no Grupo Escolar Melo Viana. Ingressa no Educandário de freiras Escola Normal Regina Pacis. Sempre voltada para fé, faz da comunhão com Jesus o bálsamo para o seu coração; procura preencher as aulas vagas orando na capela da própria escola. Sua juventude se faz normal, como qualquer adolescente de sua idade, bem direcionada por seus avós e tias.
Recebeu o diploma de normalista e exerceu a função do magistério por pouco tempo. Conhece o carangolense Agildo Frossard Ribeiro e contrai núpcias, vindo residir na cidade do grande ABC paulista, Santo André.
Desse matrimônio, nasce seus três filhos, Jean, Ramon e Maykon. Os anos passam a vidência a acompanha, mas sua formação religiosa, sempre a impede de aceitá-la como missão. Vê os irmãos desencarnados em seu lar, escuta vozes e tem revelações por sonhos, tenta em vão se livrar da mediunidade. Passou por muitas enfermidades, depois de tantos sofrimentos e um desligamento quase que total após dias numa UTI, resolve aceitar a condição de médium. Após a convalescência, começa a freqüentar uma Casa Kardecista e ingressa na fraternidade de dos discípulos de Jesus. Chega o momento em que a sabedoria fala e se consolida a missão evangélica, sendo presenteada pelo seu mentor e companheiro de sua penúltima encarnação, Comandante Alexandre Motta, que se apresenta como um poeta para início singelo; em seguida começa a missão, programada pelo mundo espiritual superior, à que pertence como mensageiro de luz. A médium pronta o ajuda na missão edificante das comunicações além túmulo. A médium faz de sua vida uma vida de renúncia, voltada para a caridade, a fé,   e a esperança. Sente que sua estrada terrena está florida e é guiada por muitos candelabros de luz.